Curso Preparatório GMAT

GMAT (Graduate Management Admission Test) é um teste adaptativo feito pelo computador (Computer Adaptive Test – CAT) com a intenção de testar habilidades analíticas, quantitativas, verbais, de escrita e de leitura em língua inglesa para admissão em programas com foco em gestão, como os MBA.

O teste GMAT requer conhecimento de características específicas de gramática, álgebra, geometria e aritmética.

De acordo com o GMAC (Graduate Management Admission Council), empresa mantenedora do teste, o exame GMAT testa habilidades em escrita analítica e soluções de problema, também análise de dados, lógica, e raciocínio crítico os quais são habilidades vitais para o sucesso na administração e no mundo dos negócios. 

O teste pode ser feito até cinco vezes em um ano e as tentativas devem ter uma diferença de dezesseis dias entre elas.

O GMAT é uma marca registrada do Graduate Management Admission Concil. Mais de 7.000 programas em aproximadamente 2.300 escolas de negócios ao redor do globo aceitam o GMAT como critério de seleção para seus programas e tais escolas usam o teste para a admissão em diversos programas, tais como MBA, Master of Accountancy, Master of Finance, entre outros.

A prova também é administrada em centros aplicadores do exame em 114 países ao redor do mundo. De acordo com pesquisas, o GMAT ainda é a primeira opção para aspirantes em MBA, apesar da crescente demanda e aceitação de outro exame, o GRE. De acordo com o GMAC, o GMAT tem validado estatisticamente que o exame prevê o sucesso dos candidatos nas escolas de negócios nas quais eles estão.

História do GMAT

Em, 1953, a organização agora chamada de Graduate Management Admission Council (GMAC) começou uma associação com nove escolas de negócios, das quais o objetivo era desenvolver uma prova padronizada que auxiliaria as escolas a selecionar aspirantes a estudantes qualificados. 

Em seu primeiro ano, foi oferecido uma avaliação (agora conhecida como Graduate Management Admission Test), feita mais de 2.000 vezes. 

Atualmente, a prova é feita mais de 230.000 vezes anualmente. Inicialmente usada em apenas 54 escolas, o teste é usado atualmente por mais de 7.000 programas em aproximadamente 2.300 escolas de graduação ao redor do mundo. 

Em 5 de Junho de 2012, o GMAC introduziu uma seção de raciocínio integrado (Integrated Reasoning) no exame com o intuito de medir a habilidade do candidato de avaliar as informações apresentadas em múltiplos formatos de diversas fontes

Crítica ao exame GMAT

O propósito do GMAT é prever o sucesso do aluno em programas de graduação para negócios. De acordo com o GMAC, há uma  correlação (21%) entre o total de pontuações do GMAT e notas de alunos já aprovados em dados coletados entre 1997 e 2004.

No entanto, pesquisas independente mostram resultados diferentes. Pesquisas independentes mostraram que o GMAT consegue explicar somente 4.4% de variação em sua média de pontos (GPA) nos MBAs, enquanto a média de pontos de alunos não graduados pode explicar 17.4% da variação final na média de pontos no MBA.

Além disso, pesquisas independente mais recentes mostram que o GMAT não adiciona qualquer tipo de validade para o a média de pontos do aluno dos programas de negócios e experiência profissional tem sido considerada e que até a média dos alunos que ainda estão se formando podem ser usadas em diferentes lugares considerando o GMAT.

Formato e tempo do GMAT

O GMAT consiste em quatro seções: uma avaliação de escrita crítica (analytical writing assessment, mais conhecida como AWA), uma seção de lógica integrada (integrated reasoning), uma seção verbal e uma seção quantitativa. 

O tempo total do teste é de três horas e sete minutos. Os candidatos tem 30 minutos para a avaliação de escrita crítica e outros 30 minutos para trabalhar em 12 questões, das quais normalmente tem múltiplas partes, na parte de lógica integrada e 62 minutos para as questões da parte quantitativa e outros 65 minutos para as 36 questões da parte verbal.

Section

Duration in minutes

Number of questions

Analytical writing assessment

30

1 essay

Integrated reasoning

30

12

Quantitative

62

31

Verbal

65

36

Ambas seções de Verbal e Quantitative do GMAT são de múltipla escolha e são administradas no formato adaptativo pelo computador, ajustando o teste de acordo o nível de habilidade do candidato.

No começo das seções de Quantitative e Verbal, os candidatos são apresentados com uma questão de dificuldade média. 

Conforme as questões são respondidas corretamente, o computador apresentará ao candidato questões mais difíceis e quando as questões são respondidas de forma errada, o computador apresenta questões das quais a dificuldade é diminuída.

O processo continua até o candidato completar cada seção, até chegar no ponto do qual o computador terá uma avaliação correta de sua habilidade em cada área e uma nota para cada seção.

Em 11 de Julho de 2017, o GMAC anunciou que, à partir daquela data, a ordem do teste poderia ser escolhida no início do exame.

Três opções estão disponíveis nos centros aplicadores:

  • Analytical Writing Assessment, Integrated Reasoning, Quantitative, Verbal (ordem original)
  • Verbal, Quantitative, Integrated Reasoning, Analytical Writing Assessment
  • Quantitative, Verbal, Integrated Reasoning, Analytical Writing Assessment

Em Abril de 2018, o GMAC anunciou que iria diminuir o teste em meia hora, diminuindo as seções de Verbal e Quantitative de 75 minutos cada para 65 e 62 minutos, respectivamente, e diminuindo também algumas instruções mostradas na tela.

Analytical Writing Assessment (AWA)

O AWA é uma parte importante do GMAT,  consiste em uma atividade escrita de 30 minutos – análise de um argumento. 

É importante saber analisar a lógica por trás do argumento e escrever um critica daquele argumento. 

Uma nota será dada pelo sistema avaliador da máquina e outra nota será dada por um avaliador do GMAC, que irá ler e pontuar a redação sem saber qual foi a nota dada pelo computador.

A mecânica de pontuação automática das redações é um sistema que avalia mais de 50 características linguísticas e estruturais, incluindo organização de ideias, variação sintática, e análise de tópicos. 

Se as duas notas tiverem uma diferença de mais de um ponto, outro avaliador é convocado para resolver a discrepância e determinar a pontuação final.

Analytical Writing Assessment é pontuado em uma escala de 0 (mínimo) até 6 (máximo) com intervalos de meio ponto. 

Uma nota 0 indica que a resposta foi desnecessária, fora do contexto, ou não respondeu a atividade.

Essay score

Descrição

1

Redação com deficiência.

2

Redação com falhas.

3

Redação limitada.

4

Redação adequada.

5

Redação forte.

6

Redação excepcional.

Seção Integrated Reasoning

A seção de Integrated Reasoning (IR) foi introduzida no exame GMAT em Junho de 2012 com o objetivo de medir a habilidade do candidato de avaliar dados presentes em múltiplos formatos de diferentes fontes. 

As habilidades testadas pela seção de Integrated Reasoning foram identificadas em uma pesquisa com 740 faculdades de administração ao redor do mundo como importantes para os candidatos de hoje em dia. 

A seção de Integrated Reasoning consiste em 12 questões (das quais consistem em múltiplas partes) em quatro formatos diferentes: interpretação de gráfico, análises em duas partes, análise de tabelas e raciocínio de múltiplas fontes. 

A pontuação do Integrated Reasoning varia de 1 a 8. Assim como o Analytical Writing Assessment (AWA), esta seção é pontuada separadamente das seções de Verbal e Quantitative. Performances no IR e no AWA não contribuem para a pontuação total do GMAT.

A seção de Integrated Reasoning inclui quatro tipos de questão: análise de tabela, interpretação de gráfico, raciocínio de múltiplas fontes e análise em duas partes.

Na seção de análise de tabela, candidatos são apresentados a uma tabela com informações variadas, similar a uma planilha, das quais devem ser analisadas. 

Cada questão terá várias frases com opções opostas (yes/no, true/false), e candidatos devem clicar na opção correta. 

Questões sobre interpretação de gráfico pedem aos candidatos que interpretem um gráfico ou uma imagem gráfica. 

Cada questão tem frases das quais espaços em branco devem ser completadas que oferecem menus suspensos; candidatos devem escolher opções que deixam as frases corretas. 

Questões de raciocínio de múltiplas fontes são acompanhadas de duas ou três fontes de informação apresentadas em tabelas.

Candidatos devem clicar nas abas e examinar toda informação relevante, da qual pode ser uma combinação de textos, gráficos, ou tabelas para responder tanto as questões tradicionais de múltipla escolha como as questões de opções opostas.

As questões sobre as análises de duas partes envolvem dois componentes para uma solução. Possíveis respostas são dadas no formato de tabela com uma coluna para cada componente e linhas com possíveis opções. 

Candidatos devem escolher uma resposta por coluna.

Seção Quantitativa do GMAT

A seção quantitativa do GMAT tem como objetivo medir a habilidade de raciocinar quantitativamente, resolver problemas, interpretar dados em gráficos e analisar e usar informações dadas em um problema. 

As questões requerem um certo conhecimento sobre álgebra, geometria e aritmética.

Há dois tipos de questões na parte quantitativa: solução de problemas (problem solving) e suficiência de dados (data sufficiency). 

O uso de calculadora não é permitido nesta seção. Candidatos devem fazer seus próprios cálculos à mão usando uma caneta térmica e um papel plastificado que serão dados no centro de testes. 

Notas variam de 0 a 60, no entanto, o GMAC só reporta pontuações entre 6 e 51.

Questões sobre Solução de Problemas (Problem Solving) são feitas para que o candidato raciocine quantitativamente e resolva problemas de natureza quantitativa. 

Questões voltadas para a Suficiência de Dados (Data Sufficiency) é um tipo único que questão no GMAT que foi desenvolvida para medir a habilidade de entender e analisar um problema quantitativo, reconhecer qual informação é relevante ou irrelevante e determinar em qual ponto tem informação suficiente para resolver um problema ou reconhecer o fato de que foi dado informação insuficiente para resolver determinado problema.

Seção Verbal do GMAT

A seção Verbal do GMAT inclui os seguintes tipos de questões: Compreensão de texto (Reading Comprehension), Raciocínio Crítico (Critical Reasoning) e Correções de Sentenças (Sentence Correction). 

Cada tipo de questão oferece cinco alternativas para selecionar. A pontuação de Verbal varia de 0 a 60; no entanto, notas abaixo de 9 e acima de 44 são raras.

De acordo com o GMAC, questões de Reading Comprehension testam a habilidade de analisar e chegar em uma conclusão e os textos variam de apenas um para vários parágrafos. 

Questões de Critical Reasoning testam habilidades lógicas. 

Já as questões de Sentence Correction testam gramática e habilidades de comunicação efetiva.

 Das alternativas oferecidas, o candidato deve escolher a melhor construção que melhor expressa a intenção da frase.

Pontuação do GMAT

A pontuação do GMAT varia de 200 a 800 e mede a performance nas seções de Verbal e Quantitative juntas (as performances do AWA e do IR não contam na pontuação total, essas seções são pontuadas separadamente). 

Pontuações são dadas com variações de 10 pontos (ex.: 610, 620, 630, 640, etc)

A distribuição da pontuação é feita por uma distribuição normal com uma variação padrão de aproximadamente 120 pontos, significando que mais ou menos 68% dos candidatos pontuam entre 430 e 670.

Mais precisamente, durante o período de 2014 até 2017 a pontuação principal foi de 556.4 com uma variação padrão de 120.45 pontos.

A pontuação final não é baseada somente na última questão que o candidato responde (ex.: o nível de dificuldade alcançado durante as questões apresentadas nas adaptações feitas pelo computador).

O algoritmo usado para construir a nota é mais complicado do que isso. 

O candidato pode cometer um erro escolhendo uma resposta incorreta e o computador irá reconhecer a resposta como uma anomalia.

 Se o candidato errar a primeira questão, sua pontuação não será necessariamente diminuída na média.

Depois de ter uma ideia de seu resultado não oficial, o candidato tem dois minutos para decidir se ele fica ou cancela sua pontuação do GMAT no centro aplicador. 

O candidato pode também cancelar sua nota online no período de 72 horas depois da hora de início da prova.

Uma nota cancelada pode ser recuperada no período de 4 anos e 11 meses depois da data do teste e custa US$50,00.

Marcando a prova e se preparando para o exame GMAT

Os candidatos devem se registrar para o GMAT no site mba.com. O GMAT não pode ser feito mais de uma vez no período de 16 dias e não mais do que 5 vezes no período de 12 meses e não mais que 8 vezes no total, incluindo as vezes que as notas foram canceladas